Início > Sem categoria > Gianecchini está muito bem e otimista, diz médico

Gianecchini está muito bem e otimista, diz médico

O infectologista David Uip, que faz parte da equipe médica que cuida de Reynaldo Gianecchini, de 38 anos, disse nesta quinta-feira (11) que o ator está “muito bem, muito otimista”. “Ele está pronto para o embate”, afirmou Uip. Gianecchini está internado no Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo, e recebeu “o diagnóstico inicial” de um linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer que se desenvolve nos linfócitos.

O Hospital Sírio-Libanês divulgou no fim da manhã desta quinta-feira (11) um boletim médico sobre o estado de saúde do ator, internado na unidade há uma semana. Segundo o hospital, o “estado geral é bom e não há previsão de alta”. Exames complementares deverão ficar prontos até esta sexta-feira (12). O boletim médico diz que ele foi internado “apresentando aumento dos gânglios da região do pescoço”. Após exames e biópsia, chegou-se ao diagnóstico.

O médico disse que Gianecchini está tomando antibióticos, por causa da uma infecção na garganta, e receberá uma “proposta de tratamento específico para o linfoma”, que ainda depende do resultado de alguns exames. Uip definiu o ator como calmo e tranquilo e afirmou que essas características serão importantes durante o tratamento.

O ator deve iniciar a quimioterapia na próxima segunda-feira (15). Em comunicado divulgado nesta tarde pela Central Globo de Comunicação, o ator falou sobre a doença. “Estou pronto para a luta e conto com o carinho e amor de todos vocês”, afirmou Gianecchini. A ex-mulher do ator, a apresentadora Marília Gabriela, chegou para visitá-lo no hospital por volta das 19h40 desta quarta e deixou o local às 21h15. Ela disse que Gianecchini “está bem”.

Marília Gabriela visitou o ator nesta quarta-feira no hospital (Foto: Marcelo Mora/G1)
Marília Gabriela visitou o ator nesta quarta-feira
no hospital (Foto: Marcelo Mora/G1)

A presidente Dilma Rousseff também teve um linfoma não-Hodgkin. A doença foi diagnosticada em abril de 2009 e ela se submeteu a um tratamento no mesmo hospital. O tumor de Dilma foi retirado para ser avaliado e, de acordo com a equipe médica, exames posteriores detectaram que ele era o único foco da doença no organismo. Ela passou por tratamento de quimioterapia preventiva para evitar o surgimento de novos nódulos. Em setembro do mesmo ano, os médicos disseram que ela estava “livre de qualquer evidência de linfoma”.

O ator estava em cartaz com a peça “Cruel”, que estreou em 27 de junho no Teatro Faap, na Zona Oeste de São Paulo. Segundo a assessoria do espetáculo, as apresentações foram suspensas há duas semanas. No comunicado de cancelamento, a assessoria disse que, após uma faringite crônica, o ator “foi tratado com antibiótico que resultou grave reação alérgica”.

Confira a íntegra do boletim médico:

“Boletim médico – Sr. Reynaldo Gianecchini

O ator Reynaldo Gianecchini Júnior foi internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, apresentando aumento dos gânglios da região do pescoço.

Após exames iniciais e biopsia obteve-se o diagnóstico inicial de linfoma não-Hodgkin. Seu estado geral é bom e não há previsão de alta.

O paciente está sendo acompanhado pelas equipes coordenadas pelos profs. Drs. Yana Novis, Raul Cutait e David Uip.”

G1

Categorias:Sem categoria
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: